Tight Lacing - Rose Sathler
22836
page-template-default,page,page-id-22836,page-child,parent-pageid-22762,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-2.7,wpb-js-composer js-comp-ver-4.5.3,vc_responsive

Guia do Cliente

O que é Tight Lacing?

Tight Lacing (também conhecido como Waist Training) é o termo usado para definir a prática de usar o corset diariamente com a finalidade de modelar o corpo e reduzir a cintura. Neste caso, o uso do corset é visto como um recurso terapêutico, que oferece resultados definitivos, e não apenas como uma peça de roupa casual.

 

Por meio de sua modelagem e estrutura, o corset atua diretamente pressionando as costelas flutuantes (os dois últimos pares de costelas que não estão presos a nenhum osso em sua parte anterior). As costelas flutuantes são responsáveis pelo formato da cintura e, se estiverem muito abertas, criam uma silhueta com formato retangular.

 

O corset reduz e modela a curvatura dessas costelas, alterando seu formato e fazendo com que a cintura surja ou reapareça.

 

O Tight Lacing também é responsável por uma nova rotina uma vez que traz consigo obrigações saudáveis: compensar o período de uso do corset (no qual a musculatura do abdômen fica imóvel) com exercícios abdominais é fundamental. Inclusive exercícios respiratórios também são muito recomendados.

 

Durante a prática do Tight Lacing é recomendável a ingestão de alimentos leves e saudáveis, em pequenas porções.

 

Se praticado com responsabilidade, toda essa disciplina traz verdadeira mudança de vida e bem-estar.

Pode-se dormir com o corset?

É possível dormir com o corset, mas esta é uma prática que exige completa adaptação do corpo à peça. Para dormir com o corset, este não deve ser ajustado como da forma convencional. É necessário deixar a amarração mais solta, principalmente na região do tórax, para proporcionar a livre expansão do diafragma durante a noite.

O Corset deve ser usado durante as refeições?

Pode-se usar o corset durante as refeições. Neste caso, é recomendável ingerir porções menores e mais leves e, portanto, mais freqüentes durante todo o dia. Caso opte por se despir do corset antes das refeições, é necessário aguardar um período entre 30 minutos e 1 hora até vesti-lo novamente.

A partir de qual idade pode-se praticar o Tight Lacing? Existe uma idade limite para o treino?

Corsets para Tight Lacing podem ser usados apenas por mulheres que já ultrapassaram a fase de crescimento, o que ocorre geralmente atingidos os 18 anos.

 

Não é aconselhável que mulheres acima de 50 anos façam uso da prática.

 

Para todos os casos, a avaliação médica é imprescindível antes de iniciar o Tight Lacing.

Depois de atingido o resultado esperado, o uso do Corset pode ser suspenso?

Na maior parte dos casos as costelas flutuantes tendem a permanecer na posição em que foram moldadas pelo corset durante o período em que se praticou o Tight Lacing. Mas alguns fatores como o ganho de peso e a gravidez podem influir diretamente, aumentando o grau da curvatura das costelas.

 

Neste caso, o uso do corset deve ser retomado para que se atinja novamente o objetivo alcançado.

 

Ainda que nenhuma outra modificação corporal ocorra (como ganho de peso e afins), após atingido o objetivo com o Tight Lacing, recomendamos o uso do corset como manutenção por pelo menos dois dias da semana, até que as medidas estejam plenamente estabilizadas.

Como o corset atua na gordura abdominal? É possível reduzir gordura usando o corset? O corset aumenta a gordura localizada?

A atuação do corset na gordura abdominal está relacionada apenas à sustentação da mesma. Um corset confeccionado sob medida, com o comprimento adequado, oferece suporte para o tecido adiposo e modela, durante o seu uso, toda a região abrangida por ele. Os efeitos oferecidos são: frente plana e curvas acentuadas na região da cintura.

 

Em alguns casos, a disposição natural da gordura no corpo pode ser minimamente redistribuída com o uso do corset, o que não garante sua redução. Da mesma forma, o uso do corset não tem a capacidade de aumentar a gordura localizada.

 

No caso do Tight Lacing (uso diário do corset com a finalidade de reduzir a cintura – clique aqui para saber mais), novos hábitos conseqüentemente são adquiridos, como a prática obrigatória de exercícios abdominais e uma dieta consumida em pequenas e freqüentes porções durante o dia, a qual recomendamos que seja orientada por uma nutricionista. Tais hábitos refletem diretamente em modificações corporais e redução de gordura.

Qual é o modelo de Corset indicado para Tight Lacing?

Corsets Underbusts ou Waist Cinchers confeccionados com tecidos leves e confortáveis são modelos adequados para a prática do Tight Lacing.

 

Corsets Underbusts são os tipos mais democráticos porque abrangem toda a região abdominal, e por isso oferecem suporte às regiões onde geralmente há maior acúmulo de gordura, como os flancos, por exemplo.

 

Os modelos Waist Cinchers são recomendados para mulheres que não tenham acúmulo de gordura abdominal. A sua modelagem tem reduções de comprimento nas laterais, e, portanto, este tipo de corset não oferece suporte à essas regiões.

 

Tecidos leves são os mais indicados para Tight Lacing, clique aqui e conheça todas as opções.

 

A grande chave do conforto de um corset está em seu comprimento adequado. Um corset muito comprido, além de se tornar incômodo, pode trazer problemas, principalmente para usuárias que passam longos períodos do dia sentadas. Para entender exatamente como tirar as medidas de comprimento e as demais medidas clique aqui.

Existe alguma restrição médica para o uso de Corset?

O Tight Lacing é prejudicial e, portanto, proibido para pessoas que possuem problemas na coluna, doenças em órgãos internos da região abrangida pelo corset, procedimentos cirúrgicos recentes (como a cesariana), hérnia de disco, varizes – ou tendência a varizes –, diabetes, hipertensão, refluxo gastro-esofágico, entre outros.

 

Para informações mais específicas, consulte o seu médico.

 

O corset pode ser prejudicial para qualquer pessoa que se disponha a praticar Tight Lacing sem avaliação ou acompanhamento médico e sem comprometimento com a execução diária de exercícios abdominais.

O que eu preciso fazer para praticar Tight Lacing?

  • 1) Fazer uma consulta a um médico ortopedista de sua confiança para verificar se há algum problema em sua coluna que impeça o uso do corset.
  • 2) Após a liberação do seu ortopedista, você deve encomendar o seu corset confeccionado sob medida. Você também vai precisar usar um corset liner ou um smart liner. Para conhecer melhor este e outros acessórios clique aqui. Saiba qual é o melhor modelo de corset para o seu tipo físico aqui.
  • 3) Enquanto aguarda o prazo para a confecção da sua peça, recomendamos que se acostume à prática de exercícios abdominais diariamente. Além de criar o hábito, você fortalece a musculatura para começar um Tight Lacing ainda mais saudável. Recomendamos a prática de 300 abdominais diários.
  • 4) Quando receber o corset em sua casa, vá com calma. No começo você está em fase de adaptação.Deixe o seu corpo se acostumar com a estrutura e a pressão que o corset exerce. No começo é importante ajustar o corset levemente, respeitando os limites do seu corpo. Poucas horas por dia são suficientes. Respeite a fase de adaptação por pelo menos duas semanas e, caso sinta a necessidade, estenda-a pelo período que desejar.
  • 5) Passada a fase de adaptação, aumente gradativamente o número de horas de uso do corset (e também a pressão do ajuste). Seu corset deve ser ajustado para ficar perfeitamente encaixado em seu corpo, com exceção da linha do tórax. Neste ponto recomendamos sempre uma folga de dois dedos de cada lado, para que o diafragma possa expandir no momento da respiração.
  • 6) Use o corset por cerca de 6 a 10 horas diárias no máximo, sempre respeitando os limites do seu corpo.
  • 7) Faça um acompanhamento com seu ortopedista para saber se está tudo correndo bem. Recomendamos uma nova consulta a cada 4 meses.
  • 8) Não fique ansiosa para ver resultados. Os resultados podem variar muito de acordo com a estrutura física de cada pessoa. Dessa forma, é fundamental que você vá devagar e não faça comparações. O Tight Lacing é um procedimento saudável se praticado sem exageros.
  • 9) Estabeleça metas realistas e tenha consciência de seus limites. O Tight Lacing extremo pode trazer riscos graves à sua saúde.
  • 10) Quando seu objetivo for atingido, faça o processo de manutenção das suas medidas usando o corset duas vezes por semana, até que as mesmas estejam plenamente estáveis.

Qual o melhor modelo de Corset para Tight Lacing ideal para o meu tipo físico?

Tenho um corpo esguio, baixa gordura abdominal e seios médios ou pequenos:

Tenho um corpo esguio, baixa gordura abdominal e seios médios ou pequenos:

• Underbusts com ponta superior: ponta valoriza os seios.

• Underbust sem ponta superior: não interfere no volume dos seios.

• Waist Cinchers

Tenho um corpo esguio, baixa gordura abdominal e seios grandes:

Tenho um corpo esguio, baixa gordura abdominal e seios grandes:

• Underbust sem ponta superior

• Waist Cinchers

Tenho acúmulo de gordura abdominal e seios médios ou pequenos:

Tenho acúmulo de gordura abdominal e seios médios ou pequenos:

• Underbusts com ponta superior: o formato superior de corsets com esta característica valoriza os seios.

• Underbusts com ponta superior e ancas alongadas: as ancas oferecem maior suporte para a região dos flancos.

• Underbust sem ponta superior: não interfere no volume dos seios.

• Underbust sem ponta superior, com ancas alongadas: as ancas oferecem maior suporte para a região dos flancos.

Tenho acúmulo de gordura abdominal e seios grandes:

Tenho acúmulo de gordura abdominal e seios grandes:

• Underbust sem ponta superior: o formato reto ou em declive não interfere na projeção do volume dos seios.

• Underbust sem ponta superior, com ancas alongadas: as ancas oferecem maior suporte para a região dos flancos.

Porque é necessário praticar exercícios regularmente quando estou praticando Tight Lacing?

A estrutura do corset não permite que a musculatura abdominal cumpra a sua função de sustentação durante o período em que estiver vestindo a peça. Dessa forma o enfraquecimento muscular acaba sendo inevitável, já que o Tight Lacing exige usar o corset durante muitas horas seguidas.

 

Compensar este período com exercícios abdominais é essencial para manter a saúde muscular e o tônus ideal.

Todo corset é confeccionado para Tight Lacing?

Todos os corsets são confeccionados seguindo os mesmos princípios básicos: uma modelagem traçada sob medida que atua através de reduções, estruturação interna por meio de barbatanas ortopédicas e amarração nas costas que possibilitam o ajuste. Ainda assim, nem todo modelo de Corset é adequado a prática do Tight Lacing, que exige o uso diário da peça.

 

Corsets Overbusts, por exemplo, não são recomendados exatamente por abrangerem a região acima do tórax, cobrindo uma maior parte do sistema respiratório.

 

Corsets Underbusts ou Overbusts em couro ou materiais plásticos também não são recomendados porque não auxiliam na respiração da pele e tendem a ser mais rígidos do que peças em tecido.

 

Você pode consultar modelos especialmente criados para Tight Lacing clicando aqui.

Quando a amarração do meu corset estiver totalmente fechada, sem espaço para intensificar o ajuste, é possível ajustar o corset para prosseguir com o Tight Lacing?

Os corsets confeccionados pelo nosso atelier são peças de alta durabilidade e resistência. Portanto, acreditamos que o processo do ajuste das peças significa tanto uma grande vantagem para nossas clientes quanto uma atitude sustentável e que estimula o consumo consciente.

 

A maioria dos corsets para Tight Lacing pode ser ajustada, mas é necessário avaliar cada caso individualmente.

 

Para entender as possibilidades de sua peça e fazer um orçamento, basta entrar em contato clicando aqui.